Projecto TERRA+ promove participação da comunidade na construção de uma nova floresta | WWF
Projecto TERRA+ promove participação da comunidade na construção de uma nova floresta

Posted on 14 November 2018

Lisboa, 14 de novembro de 2018 – decorre amanhã, 15 de novembro, pelas 17h00, no auditório da Alvaiázere Mais, em Alvaiázere, uma sessão de esclarecimento e debate sobre os Planos Regional de Ordenamento Florestal (PROF) do Centro Litoral e Centro Interior, promovida pela ANP|WWF no âmbito do projeto Terra+.
Decorre amanhã, 15 de novembro, pelas 17h00, no auditório da Alvaiázere Mais, em Alvaiázere, uma sessão de esclarecimento e debate sobre os Planos Regional de Ordenamento Florestal (PROF) do Centro Litoral e Centro Interior, promovida pela ANP|WWF no âmbito do projeto Terra+.
 
Ângela Morgado, Diretora Executiva da ANP|WWF, reiterou “a importância da participação da comunidade local e regional nesta sessão e na construção de uma nova floresta, em particular porque ocorre numa área fustigada pelos grandes incêndios de 2017”, apelando a todos “para participarem na consulta pública, uma oportunidade para transmitirem o que esperam para a sua floresta e o que querem ver numa nova paisagem florestal para que se torne mais resiliente a incêndios e que sirva as necessidades socioeconómicas das populações locais”.
 
A região do Pinhal Interior foi uma das mais fustigadas por incêndios violentos nos últimos anos, que levaram a perdas ambientais e económicas graves. Em 2017 arderam mais de 170.000 hectares de terrenos rurais, onde se inclui também o Parque Nacional da Serra da Estrela. Esta foi a razão pela qual a associação ambientalista ANP|WWF se uniu a vários parceiros para sensibilizar indivíduos, empresários e instituições sobre a consulta pública que decorre até 21 de novembro, através do projeto Terra+, um projeto educativo que promove a participação pública e que envolveu as populações da região com vista a mudar a forma como percebemos a sustentabilidade, com um foco particular na gestão e no ordenamento florestal.
 
Ao longo do último mês, a ANP|WWF, a APMRA, a Territórios Criativos e a Lousitânea levaram a cabo ações de sensibilização nas escolas, workshops para empreendedores sustentáveis, uma saída de campo para apresentação da Aplicação Móvel HABEaS Mobile (uma aplicação inovadora para registo de altos valores de biodiversidade, como espécies emblemáticas, flora autóctone e serviços prestados pelo ecossistema) e a Conferência “Green Up – Empreendedorismo Verde”.
 
“Neste momento, há um distanciamento dos cidadãos relativamente à sua responsabilidade em participar ativamente no ordenamento e na gestão da floresta. Neste sentido, têm vindo a ser feitos esforços por parte do Governo para ouvir quem está no terreno e quem habita nestes territórios para os capacitar para poderem exercerem o seu poder democrático. Daí a oportunidade de projetos destes trazerem a temática da sustentabilidade e da participação das comunidades local e regional na discussão de grandes temas como o ordenamento da floresta e dos territórios rurais com olhos postos no futuro”, referiu Rui Barreira, Diretor de Conservação da ANP|WWF.
 
O projeto resulta de uma parceria entre a ANP|WWF, a APMRA, a Lousitânea, e a Territórios Criativos, tendo sido cofinanciado pelo Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente, enquadrado na Estratégia Nacional de Educação Ambiental.
 
 
Floresta Portugal - Forest
© Rui Barreira/ ANP-WWF